This is a Clilstore unit. You can link all words to dictionaries.

Universidade de Évora

iframe width="420" height="315" src="//www.youtube.com/embed/TVuooK0TUnE?rel=0" frameborder="0" allowfullscreen>

A partir da necessidade de se criar uma universidade para servir o sul do país, uma vez que a de Coimbra já estava construída, a Universidade de Évora foi finalmente construída em 1559 pelo Cardeal D. Henrique, onde se podiam leccionar todas as matérias, menos Medicina, o Direito Civil e a parte duvidosa do Direito Canónico. Em 1759 foi encerrada por ordem do Marquês de Pombal quando ocorreu a expulsão dos jesuítas. Voltou a ser reaberta em 1973 por decreto do Ministro da Educação, José Veiga Simão.

A inauguração solene aconteceu no dia 1 de Novembro, onde ainda hoje é comemorado o aniversário da Universidade com a cerimónia da abertura do ano lectivo. É nesse dia onde os chamados “bichos”, alunos de 1º ano, deixam de o ser a partir da meia-noite desse dia. “Bichos” são os novos alunos que são “praxados” com algumas brincadeiras pelos alunos de 3º ano do mesmo curso, desde o inicio das aulas, em Setembro, até ao dia 1 de Novembro. É nos claustros que decorre essa cerimónia, durante a tarde, junto à fonte onde os “bichos” são baptizados pelos padrinhos escolhidos por eles com um penico cheio de água da fonte.

Além do Colégio Espírito Santo, a Universidade de Évora tem outros edifícios onde também são leccionadas aulas, tais como o Colégio Mateus d' Aranda, Antiga Fábrica dos Leões, Associação Académica, Casa Cordovil, Colégio Luís António Verney, Colégio Pedro da Fonseca, Edifício da Antiga Cadeia, Edifício Santo Agostinho, Palácio do Vimioso, Pavilhão Gimnodesportivo, Serviços de Acção Social e a Escola Superior de Enfermagem São João de Deus.

O número de alunos é de um total de 10.496 e as áreas que esta universidade disponibiliza são essencialmente as de Medicina, Ensino, Arquitectura, Línguas, Turismo, Psicologia, Desporto, História, Engenharia, entre outros.

O colégio Espírito Santo dispõe ainda de uma sala chamada de Sala das Belas Artes, um refeitório onde se pode almoçar, como lanchar e tomar o pequeno-almoço ou apenas conviver e estudar. Nas mais variadas salas ainda existem os pormenores de construção como por exemplo os azulejos em quase todas as salas com pinturas do século de construção ou os bancos em volta da sala onde os alunos se sentavam para assistirem às aulas.

 

Short url:   http://multidict.net/cs/1894